Próxima etapa do projeto comandos de saúde nas rodovias ocorrerá em maio.

Foi dada a largada do Comandos de Saúde nas Rodovias 2015. Na quarta-feira, 11 de março, ocorreu a primeira etapa da edição anual do projeto, realizado pelo Sest Senat e pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). Foram montados postos de atendimento às margens de 18 rodovias federais, com a meta de atender a dois mil caminhoneiros. E a próxima etapa já está agendada: ela ocorrerá no dia 20 de maio. Depois, as novas datas serão 9 de agosto e 21 de outubro. 

O Comandos de Saúde nas Rodovias orienta os motoristas sobre a importância dos cuidados básicos com a saúde. O projeto tem como intuito prevenir acidentes, garantir mais segurança nas rodovias, além de obter indicadores estatísticos sobre o perfil de saúde física e mental dos motoristas profissionais. "O intuito é oferecer melhores condições ao trabalhador do setor de transporte rodoviário para que ele possa desempenhar suas funções de maneira segura", afirma o presidente do Sest Senat e da CNT, Clésio Andrade.

Na primeira fase de 2015, o tema abordado foi Alongamento Diário para a Coluna e Saúde e Segurança no Trabalho. 

Como funciona

Os profissionais das estradas são abordados nas rodovias pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal e convidados a participar da ação. Depois de realizado um cadastro, os motoristas passam por exames rápidos, como aferimento de pressão, verificação de peso, altura, massa corpórea, circunferência cervical e abdominal, acuidade visual e auditiva, frequência cardíaca e glicemia.  

A realização dos exames é sempre acompanhada por um médico que, quando necessário, encaminha o motorista para atendimento e tratamento em uma das unidades operacionais do Sest Senat. Mais detalhes sobre o Comandos de Saúde nas Rodovias podem ser obtidos nas unidades que participam do evento. Os telefones das mesmas estão disponíveis no site: www.sestsenat.org.br. 

Agência CNT de Notícias

aaabcamAbr2019 cadastramento caminhoneiros

Busca no site

Assine a nossa newsletter

*campos obrigatórios

Projetos





logo despoluir