O que é e como é feito a Vistoria Veicular?

Muitos motoristas precisam ter seus carros vistoriados, porém não sabem o que é uma vistoria veicular e o que é avaliado no veículo

A vistoria veicular é de extrema importância para uma condução segura nas rodovias. É o momento em que um profissional verifica as condições de conservação e segurança do veículo. Também, são analisados os documentos e histórico do carro e se essas informações estão de corretas.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, a vistoria do carro é executada na esfera estadual e segue alguns critérios uniformes em todo o país. Ela é obrigatória para a transferência de propriedade ou de município e para autorizar certas alterações nas características originais do veículo.

O Gerente de Exame e Inspeção Técnica Veicular e de Emissão de Gases Poluentes (Gerinsp) do Detran/DF, Nael Cardoso, explica que cerca de 54 itens são passíveis de modificações nos veículos. Para tanto, se faz necessário que essas alterações sejam analisadas e aprovadas pelo órgão de fiscalização de trânsito.
Cardoso ressalta que a vistoria veicular tem como principal objetivo a segurança no trânsito. Segundo ele, ao se inspecionar o estado de conservação do veículo e se as condições dos itens principais estão em conformidade com as normas do fabricante, é possível garantir maior segurança na condução do automóvel.

Dados da Polícia Rodoviária Federal informam que cerca de 4006 dos acidentes (8,9%) envolvendo caminhões no ano de 2017 foram causados por defeitos mecânicos.
“Ter o seu carro dentro dos padrões está diretamente ligado aos cuidados com a segurança no trânsito e o bem-estar dos motoristas que transitam diariamente nas rodovias do país”, comenta o Presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros – Abcam, José da Fonseca Lopes.

Entretanto, Fonseca questiona a falta de investimentos do Governo em infraestrutura rodoviária. Para ele, de nada adianta o caminhoneiro fazer a sua parte e manter o caminhão em bom estado, se as estradas do país estão em péssimas condições de uso.

“O caminhoneiro está sempre pagando a conta. Ele é sim, responsável pela manutenção do seu veículo, mas os custos aumentam significativamente com a atual situação das rodovias brasileiras. Sem contar com o custo do diesel, que torna seu trabalho ainda mais oneroso”, comenta Fonseca.

O que é preciso verificar previamente?

O CRV (Certificado de Registro de Veículos) e o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos) devem estar em condição regular. O IPVA, eventuais multas e demais encargos relativos ao veículo também devem estar quitados.
É importante observar quais itens que serão vistoriados:
- Farol alto, farol baixo, luzes piloto, luz de placa;
- Lanternas de freio, de posição, luz de ré, acionamento das setas, acionamento intermitente de emergência;
- Espelhos retrovisores;
- Limpadores de para-brisa;
- Pala interna de proteção contra o sol (parasol) do lado do condutor;
- Funcionamento do velocímetro;
- Buzina;
- Para-choques dianteiro e traseiro;
- Triângulo;
- Extintor de incêndio (validade);
- Estado de conservação dos pneus;
- Funcionamento do freio de estacionamento (freio de mão);
- Cintos de segurança: devem existir para cada ocupante do veículo;
- Estepe e ferramentas para substituição do mesmo;
- Emissão de gases: algumas vistorias testam a emissão de poluentes;
- Placa: deve estar com o lacre, sem trincas e sem obstáculos na leitura da identificação;
- Transparência dos vidros: películas muito escuras acabam não passando na vistoria sendo necessário retirá-las.

Como manter o carro em bom estado?

Cardoso lembra que o condutor também é responsável pela segurança nas estrada e por isso deve ser responsável por manter o seu carro em bom estado.

Ele destaca alguns itens que devem ser sempre observados:
- Nada de rodar com pneus carecas ou com tipos diferentes em cada eixo do caminhão. Isso pode gerar instabilidade do veículo, especialmente me situações urgentes e que necessitem de uma ação rápida do condutor.
- Extintor de Incêndio sempre na validade. É este equipamento que poderá salvar a vida de quem está dentro do veículo.
- Toda e qualquer alteração no veículo deve ter a autorização do Detran. Só assim é possível verificar se as alterações feitas não prejudicam o bom funcionamento do automóvel.

 

Por Ascom/Abcam

 

Captura de Tela 2018 06 19 as 10.18.18

Busca no site

Assine a nossa newsletter

*campos obrigatórios

Projetos





logo despoluir